A cor da gema faz toda diferança!

A cor da gema faz toda diferança!

162118ld00oejfm33fs3yo

Seja frito, cozido, de gema mole ou dura e até mesmo cru. O ovo está presente no cardápio de muitos campeões e amantes de uma alimentação parruda. Mas você saberia dizer qual ovo é o mais nutritivo, ou como distinguir qual galinha teve uma alimentação mais saudável, apenas observando a cor da gema? Aparentemente, a coloração dos ovos diz muito mais do que imaginamos e vai além da simples rotulação “ovo” e “ovo caipira”. Um estudo divulgado pelo Mother Earth News diz que galinhas criadas em um habitat natural são mais vigorosas e tendem a produzir ovos com mais proteínas e vitaminas do que galinhas criadas em granja. De acordo com a Dra. Hilary Shallo Thesmar, diretora do Programa de Segurança Alimentar para o Egg Nutrition Center, o que difere as cores das gemas é o processo de alimentação das galinhas. Assim, as penosas que vivem livres, leves e soltas, comem insetos, grãos que encontram pelo chão, milho e plantas que possuem xantofila (substância que dá o tom amarelo/laranja à gema). Enquanto as aves de cativeiro, segundo o Mother Earth News, comem ingredientes como suplementos de vitaminas A, D3, E, B12, Ácido Fólico, Sal, Óxido de Manganês, Cloreto de Cobre, Óxido de Zinco… e muitos outros alimentos industrializados. Mas por que se preocupar com a saúde de uma galinha? Bom, no final das contas, nós que comemos os ovos e a saúde dela reflete diretamente na nossa. Ou seja, vamos nos importar com a qualidade de vida das cacarejadoras sim!

Conforme uma notícia veiculada pelo site Distractify, os ovos cultivados fora das granjas possuem menos colesterol e gorduras saturadas, mais vitamina A, ômega-3, vitamina E e Betacaroteno. Mesmo assim, empresas como a Nestlé ainda afirmam que a cor da gema está especificamente relacionada com a presença de carotenoides em geral e que isso não é um indicador de qualidade de nutrientes, contrariando a Dra. Hillary. POR FIM, QUANTO MAIS LARANJA FOR A GEMA DO OVO, MELHOR SERÁ A QUALIDADE DA ALIMENTAÇÃO DA GALINHA E CONSEQUENTEMENTE, MELHOR SERÁ A QUALIDADE DO “ZOIÚDO”. Galinha sadia, ovo sadio. Se manter a saúde em ordem é uma preocupação diária, procure consumir ovos que não venham de “fazendas industriais” e você potencialmente terá mais qualidade em sabor, textura e nutrientes. É FÁCIL IDENTIFICAR OVOS “NÃO INDUSTRIALIZADOS” NO MERCADO Aqueles que não provém de granja (ovos caipiras) são menores e sua casca é mais rígida, porém, sempre que possível, pergunte ao comerciante/feirante sobre a origem do ovo e isso irá minimizar suas chances de comprar uma cartela errada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*