Beber água quente em jejum emagrece mesmo – ou a gelada é mais eficaz?

Beber água quente em jejum emagrece mesmo – ou a gelada é mais eficaz?

agua-quente-principal-3

 

Além de limpar o organismo eliminando toxinas, manter o corpo hidratado e em bom funcionamento, a ingestão de pelo menos 2 litros de água por dia ainda ajuda na beleza da pele e a perder peso. E se emagrecimento é o seu foco, além de adotar o hábito de aromatizar sua bebida com limão, certamente já ouviu falar de outras diversas maneiras de como a água poderia turbinar a redução de medidas.

 

Beber água quente em jejum, por exemplo, é um costume divulgado até mesmo por famosas que acreditam que, assim, podem se livrar mais facilmente dos quilos extras. Mas será que o fato é verdadeiro? Antes de mais nada, vale saber que a tradição em questão não é uma indicação na medicina acadêmica, mas sim da oriental, especialmente a ayurvédica e, portanto, difícil de ser comprovada por estudos conclusivos.

Outra corrente ainda acredita que a água gelada é que garante uma maior facilidade de emagrecimento. Neste caso, o conceito pode fazer mais sentido, já que a bebida fria é capaz de acelerar o metabolismo, fator que aumenta a capacidade do corpo de queimar calorias naturalmente.

5h8mcmi4lbfzoi42forsdsypy

 

Isso acontece porque, quando você bebe a água gelada, seu organismo precisa trabalhar mais para que o líquido seja aquecido e metabolizado e, com isso, acaba queimando mais calorias. Segundo nutricionistas, a água, assim, promoveria uma espécie de efeito termogênico no corpo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*