6 Dicas Caseiras Para Acabar Com o Chulé

6 Dicas Caseiras Para Acabar Com o Chulé

chule-como-evitar-o-chule

Você sabe o que é podobromidrose? Este é o nome científico do chulé. Muitos até tentam mas não conseguem se livrar deste temido odor que toma conta dos pés e dos sapatos. Esse mau cheiro surge quando há suor em excesso na planta dos pés e no meio dos dedos. Some a isso o uso de sapatos e meias durante todo o dia e você tem um prato cheio para o surgimento de fungos e bactérias que causam o chulé. Mesmo aqueles que mantêm uma boa higiene não estão livres desse problema, pois há uma série de fatores que podem fazer com o que o odor persista, como a quantidade de suor, o clima e até mesmo a escolha de meias e sapatos.

 

Os produtos disponíveis no mercado podem até ajudar a acabar com esse problema, mas encontramos seis ótimas dicas, simples e baratas, que você pode aplicar nos seus sapatos e nos próprios pés, e com ingredientes fáceis de encontrar. Esqueça os talcos industrializados e siga essas dicas.

Para os pés

1- Sal e água quente

 

Uma das funções do sal é a retenção de líquido, por isso não é recomendável consumir em excesso. Porém, neste caso isso pode ajudar a acabar com o chulé. Pegue uma bacia grande e coloque água bem quente (mas não fervendo para não machucar a pele) e adicione 1 e 1/2 colher de sopa de sal. Mergulhe os pés nessa água salgada por cerca de 20 minutos. O sal ajuda a eliminar as bactérias que causam o mau odor. Faça esse procedimento por duas semanas até que o chulé desapareça. Mas preste atenção para não ressecar os pés. Se isso acontecer, use um creme hidratante específico para essa área.

 

2- Vinagre

 

Esta receita é ainda mais eficaz que anterior. A acidez do vinagre tem efeito bactericida, portanto é ideal para acabar de vez com as bactérias que causam o odor. Para isso, despeje água quente em uma bacia e adicione de duas a quatro colheres de sopa de vinagre. Mergulhe os pés e deixe por 30 minutos. Passado esse tempo, deixe os pés secarem naturalmente, sem o auxílio de tolhas. Faça esse procedimento durante uma semana.

 

3- Chá

 

O chá contém ácidos que fecham os poros da pele, e dessa forma ajudam a reduzir o excesso de suor. Além disso, tem propriedades antibióticas naturais que matam diretamente a bactéria. Ferva 450 mL de água e coloque dois saquinhos de chá-preto. Deixe em imersão por 15 minutos. Em uma bacia, despeje o chá com 1 litro de água fria. Coloque seus pés nessa mistura por 30 minutos. Faça o procedimento durante uma semana.

Para os sapatos

 

4- Use meias adequadas

 

Tecidos como náilon fazem com o que os pés transpirem ainda mais, e pode até causar alergias. O melhor mesmo é o algodão, que permite que a pele possa respirar. Outra dica é: se os seus pés transpiram bastante, a ponto de umedecer as meias, carregue pares extras para trocar durante o dia.

 

 

5- Seque os sapatos

 

Grande parte das pessoas utiliza calçados fechados durante o dia, o que evita a respiração da pele. O ideal é secá-los após o uso. Você pode fazer isso com o secador de cabelos ou até mesmo deixá-los no sol por cerca de 30 minutos, mas não por muito tempo para não estragar o tecido dos sapatos.

 

 

6- Aplique amido de milho

 

Você não precisa comprar aquele sprays ou talcos químicos, que podem até ser úteis, mas são caros e repletos de componentes químicos que podem até causar alergias de acordo com o seu tipo de pele. Pode parecer estranho, mas o amido de milho é um talco natural. Coloque um pouco de amido de milho nos sapatos antes utilizá-los, pois irá absorver o excesso de suor e evitar o mau cheiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*