Você sabia que tomar uma taça de vinho por dia equivale a uma hora de exercício?

Você sabia que tomar uma taça de vinho por dia equivale a uma hora de exercício?

Beber uma taça de vinho por dia traz muitos benefícios para a nossa saúde. No entanto, lembre-se de não ultrapassar esta quantidade e complementar este hábito com um pouco de exercício físico para ser ainda mais saudável.

1208697-34

Alguns estudos indicam que consumir esta bebida poderia ter os mesmos efeitos que praticar esportes. Você acredita nisso?

Claro que não se trata de abandonar para sempre a movimentação dos músculos, mas sim de aproveitar os benefícios do vinho.

Quer saber por que uma taça de vinho equivale a uma hora de exercícios? Então não deixe de ler este artigo.

A pesquisa que chegou a esta teoria

A Universidade de Alberta (Canadá) foi a encarregada de conduzir este estudo. Foi identificado que o vinho tinto contém uma substância chamada resveratrol, que pode nos oferecer benefícios similares ao que uma hora de atividade física nos oferece, seja na academia ou ao ar livre.

Beber uma taça de vinho por dia é bom para o coração. Isso era o que se sabia até o momento. Mas agora temos que somar outros aspectos à lista. Com esta bebida podemos:

Melhorar o rendimento físico

Ter mais força muscular

Regular a circulação do sangue até o coração

O Journal of Physiology publicou este estudo onde também se manifestou que o resveratrol pode ser o substituto da atividade física para algumas pessoas. O pesquisador principal, Jason Dyck, indicou que a medida certa é uma taça com o jantar.

Claro, porque também não é uma questão de exagerar no consumo argumentando que “faz bem para a saúde e podemos pular o exercício físico”.

Por outro lado, os cientistas advertem que só “conta” o vinho tinto, e que a ingestão não deveria ser feita todos os dias, mas sim a cada 48 horas (um jantar sim e outro não).

Por isso, você já sabe, não adianta correr para comprar litros de vinho no supermercado pensando que com eles poderá parar de praticar exercícios.

Podemos dizer então que o vinho não é um substituto, mas sim um complemento para as rotinas de atividade física.

Por exemplo, você pode tomar vinho às segundas, quartas, sextas e domingos, e se exercitar às terças, quintas e sábados. Ou vice-versa. Já é um grande avanço não ter que praticar esportes 6 vezes na semana!

Se você beber mais de uma taça por dia, repetir o procedimento todos os dias ou continuar mantendo uma vida sedentária, infelizmente esta “mágica” não fará efeito.

Que outros benefícios o vinho oferece para a nossa saúde?

Já sabemos que ele nos ajuda a não frequentar a academia todos os dias, mas para que mais serve tomar uma taça de vinho no jantar?

Reduz as doenças cardiovasculares

O vinho tinto ajuda a evitar ataques do coração e doenças isquêmicas, coronárias e a aterosclerose.

Combate o colesterol

Por ser uma grande fonte de antioxidantes, o vinho reduz o colesterol ruim (LDL) e aumenta o bom (HDL). Ele também nivela a quantidade de triglicérides no sangue.

Fortalece o sistema imunológico

Se você costuma ficar doente com muita frequência, isso pode ocorrer por causa de um sistema imunológico fraco ou debilitado. Ao beber vinho tinto você pode fortalecer a imunidade contra infecções, gripes e alergias. Perfeito para as mudanças de temperatura ou a chegada do inverno!

Reduz as alergias

Tem uma excelente ação anti-histamínica, perfeita para as alergias que surgem com a mudança das estações. Ele também é antibacteriano.

Melhora a saúde da pele

Isso ocorre, pois ele conta com uma boa quantidade de antioxidantes e vitaminas. Previne o envelhecimento precoce, as rugas e as manchas na pele. Bebendo vinho você ficará muito mais jovem e radiante!

Diminui as inflamações

Se você caiu ou se machucou, se sofrer com alguma doença que causa inchaço (artrite, edemas, etc), não deixe de consumir uma taça de vinho no jantar.

Melhora a circulação do sangue

Ao entrar no organismo, o vinho começa a funcionar como um perfeito anticoagulante. O seu consumo não é recomendado, portanto, para pessoas que possam ter problemas para parar uma hemorragia, por exemplo.

É repleto de nutrientes

O vinho tinto nos oferece muitos minerais e elementos como, por exemplo:

Magnésio

Lítio

Cálcio

Potássio

Ferro

Zinco

Ajuda a digestão

O consumo de vinho tinto é aconselhado com queijos e carnes para digerir melhor as proteínas e aliviar os sintomas da acidez ou do refluxo. Acredita-se também que ele possa evitar úlceras estomacais.

Reduz a formação de cálculos renais

Na realidade ele é bom para as funções renais e urinárias em geral. É recomendável para pessoas que têm uma predisposição à formação de pedras nos rins, infecções na bexiga ou uretra, etc.

Melhora os dentes

Os antioxidantes contidos no vinho têm a capacidade de reduzir a proliferação de bactérias na boca, principalmente nos dentes.

Protege o cérebro

O resveratrol (o amigo que nos ajuda a não ir à academia) também serve para cuidar das funções mentais. Ele pode ajudar pacientes com a doença de Alzheimer ou as pessoas que podem chegar a desenvolvê-la.

Uma taça de vinho por dia ajuda a recuperar certos usos do cérebro, como por exemplo, a memória e a concentração.

É anticancerígeno

Estudos afirmam que os flavonoides contidos nesta bebida produzida com uvas podem ser muito importantes na prevenção do câncer de próstata.

Melhora a visão

Os antioxidantes incluídos no vinho protegem os olhos de várias doenças como, por exemplo, a degeneração macular e a retinopatia diabética.

Mais benefícios

Como se tudo que já mencionamos não fosse suficiente, o vinho tinto também:

Diminui o risco de ter hemorroidas

Combate os sintomas das varizes

Reduz a pressão arterial

Equilibra os níveis de insulina no sangue

Impede a formação e o acúmulo de gordura na região do abdômen

Combate a gengivite

Reduz as dores de garganta

Libera endorfinas que aumentam as sensações de prazer

Diminui as consequências negativas de levar uma vida sedentária

Limpa o paladar e a língua

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*