Perigo, não beba água que você deixa ao lado da cama quando vai dormir.

Perigo, não beba água que você deixa ao lado da cama quando vai dormir.

Nós temos o costume de levar uma garrafinha de água para deixá-la ao lado de nossa cama, à noite, na hora de dormir.

E muitas vezes acordamos de madrugada para bebermos um pouco dessa água.

Mas uma informação nos deixou preocupados: esta aparentemente inofensiva garrafinha de água representa uma ameaça à nossa saúde.

Perigo, não beba água que você deixa ao lado da cama quando vai dormir.

E quem está dizendo isso é nada mais, nada menos que um dos maiores especialistas sobre a água no mundo: o dr. Kellogg Schwab, do Instituto da Água da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos.

Segundo um estudo realizado pelo especialista, a água que fica numa garrafinha ao lado de nossa cama, por se manter por toda a noite e madrugada em temperatura ambiente, é atacada por um sem número de bactérias.

Em algumas, você não terá apenas água, mas um coquetel de microrganismos que podem causar diversos problemas de saúde.

O problema com os microrganismos é que eles se multiplicam e, se você não usar um recipiente novo todos os dias, vai dar a essas bactérias mais chances de se desenvolverem.

Cada vez que você tocar sua boca na garrafa, vai adicionar mais organismos à água.

Então, lavar a garrafa resolve?

Nem sempre.

Que tipo de garrafinha você costuma usar para deixar ao lado da cama?

Certamente uma de água mineral, não é mesmo?

Pois saiba que o problema se agrava quando a temperatura do ambiente está elevada e a garrafa é de plástico.

Sabe por quê?

Porque os recipientes de plástico, em sua maioria, contêm uma substância tóxica chamada bisfenol A (BPA).

Essa substância tóxica é liberada em altas temperaturas.

Logo, a água armazenada em plástico comum fica cheia de partículas de BPA depois de uma exposição prolongada no calor.

Além disso, o dr. Kellogg Schwab adverte que as garrafinhas de água mineral PET não devem ser reaproveitadas, pois o plástico dessas garrafas não se destina a um reaproveitamento.

É um material de vida útil bem curta, que não suporta lavagens e o “recarregamento” constante.

O BPA é um problema sério de saúde.

Ele é um desregulador de hormônios e, por isso, muito prejudicial ao organismo.

O BPA é visto com muito receio pelos especialistas e há boas razões para isso.

Pesquisas o relacionam como a causa de vários problemas, que vão de doenças do coração, passando pela destruição do espermatozoide (infertilidade masculina) até chegar ao câncer.

Em resumo, como devemos agir para evitar o problema?

Simplesmente vencer o comodismo e, sempre que tivermos sede durante a noite/madrugada, nos levantarmos para beber, na cozinha, direto de um bom filtro, um belo copo (de vidro e limpo) de água fresca e potável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*