Leite não é bom para os seus ossos – descubra o por quê!

Leite não é bom para os seus ossos – descubra o por quê!

Você tem o hábito de tomar leite todos os dias?  Seja em forma líquida (natural) ou talvez em uma deliciosa sobremesa?

Todos nós já ouvimos sobre os supostos benefícios do leite, especialmente para crianças em crescimento – “Faz bem ao corpo”, “constrói ossos fortes “- e você provavelmente tomobou bastante leite quando era criança, com o apoio dos seus pais.

leite-ossos-e-osteoporose

A campanha “Got Milk”, destinada a fazer o consumidor beber mais leite, foi lançada em 1993, quando as vendas de leite estavam caindo drasticamente.

Vimos o popular bigode de leite em atletas e celebridades, sorrindo e dados goles com a promessa de ossos e dentes fortes. O leite é um item comum na lista de supermercados em todo o país, mas o que esse alimento realmente faz em nossos ossos?

O leite de vaca disponível na geladeira dos supermercados é pasteurizado. A pasteurização é um processo onde se aplica calor para destruir patógenos em alimentos, com o objetivo de matar os germes causadores de doenças e prevenir o leite de azedar muito cedo.

Durante este processo, cada partícula do fluido é aquecida a uma temperatura requerida, e em seguida, resfriado rapidamente. Aqui está o problema: a pasteurização também mata as bactérias benéficas (probióticos), e até mesmo destrói parte do conteúdo nutritivo do leite, como a vitamina C e o iodo. Também destrói as enzimas do leite.

Estas enzimas perdidas tornam mais difícil a tarefa de obter cálcio e fósforo de outros alimentos. Os países com a maior taxa de consumo de produtos lácteos, (os EUA e os países da União Europeia) também tem a maior taxa de osteoporose.

Nos disseram há anos que beber muito leite irá garantir que nossos ossos fiquem fortes e saudáveis, mas esses estudos recentes mostram exatamente o oposto.

O leite cru não é melhor!

Quer se trate de integral, semidesnatado ou desnatado, o leite passa pelo mesmo processo de pasteurização antes de chegar às prateleiras do supermercado.

Se você tem uma imagem bonita, tranquila de que as vacas são saudáveis e se alimentam em um pasto verde durante todo o dia e, ocasionalmente, possuem o tempo necessário para produzir o leite que você usa para o seu cereal da manhã, continue lendo este artigo.

As vacas utilizadas para gerar as caixas de litros de leite no supermercado não são vacas naturais. Elas estão sendo bombeadas com um hormônio de crescimento chamado rBGH, um hormônio artificial geneticamente modificado injetado em vacas leiteiras para fazê-las produzir mais leite.

Embora o uso deste hormônio não seja permitido no Japão, Austrália, Canadá ou na União Europeia devido a preocupação com a saúde de animais e humanos, é amplamente utilizado nos EUA para aumentar a produção de leite de 10 a 15 por cento.

O leite produzido a partir destas vacas pode conter até 20 analgésicos, antibióticos e hormônios de crescimento em um único copo, que alguns estudos têm relacionado ao crescimento excessivo de tumores e câncer.

As vacas são tipicamente frágeis e propensas a doenças e o leite contém grandes quantidades de pus. É aí que o processo de pasteurização entra. O leite passa por um processo de aquecimento rápido, que não produz nenhuma garantia de limpeza.

Na verdade, vários surtos de salmonela nos últimos anos têm ocorrido a partir do consumo de leite pasteurizado – leite que supostamente deveria ser limpo e seguro.

Uma vez que o leite passa pelo processo de pasteurização, torna-se um alimento ácido (perda de elétrons naturais), o que apresenta um problema. O corpo tem de manter um nível de pH específico, a fim de manter a homeostase.

Quanto mais comemos alimentos processados e refinados, mais ácido nossos corpos tornam-se, criando a necessidade constante de encontrar maneiras de manter o nível de pH normal. Isto é feito por lixiviação de minerais alcalinos (cálcio, magnésio) a partir de outros locais no corpo – incluindo os ossos.

Com o tempo, este processo constante faz com que os ossos se tornem fracos, frágeis e cheios de osteoporose. Tumores também prosperam em um ambiente ácido. Quanto mais leite bebemos (e quanto mais alimentos ácidos comemos), mais estamos destruindo nossos ossos.

Da próxima vez que você estiver planejando uma ida para o supermercado, você pode querer considerar pesquisar algumas alternativas mais saudáveis e deixar o leite pasteurizado fora do seu carrinho.

Quer leite? Opte por alternativas mais saudáveis com o leite de amêndoas, por exemplo.

 

 

*A prática de exercícios e uma dieta saudável são fundamentais para se ter saúde e ficar em forma. Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui o acompanhamento de um especialista. Consulte sempre seu médico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*