Você pode não acreditar, mas colocar isto no seu umbigo vai curar sua gripe, tosse e cólica menstrual

Você pode não acreditar, mas colocar isto no seu umbigo vai curar sua gripe, tosse e cólica menstrual

Muitos logo falaram: Que mentira!  Que absurdo!  Não acredito!

Pois os que acreditaram e fizeram se deram muito bem!

A prova disso são as muitas mensagens que recebemos elogiando a receita.

Hoje em dia, as pessoas estão tão materialistas que duvidam de receitinhas simples usadas nos tempos dos nossos avós.

Lamentavelmente, muitas dessas receitas das vovós foram esquecidas.

Mas nossa  tarefa é resgatar essas receitas para que as novas gerações tomem conhecimento e se beneficiem delas.

Foi o que fizemos ao “ressuscitar” um método muito usado pelas vovós no passado.

Ele é super fácil e não requer nenhum esforço especial.

É um tratamento totalmente inofensivo.

E no passado, era muito usado para combater gripe, tosse, dores musculares e cólicas menstruais.

Você só vai precisar de um pedaço de algodão e de álcool.

Nada mais do que isso.

E tudo o que você tem a fazer é molhar essa pedaço de algodão com álcool e colocar no seu umbigo.

Depois, fixe-o com um curativo ou cubra com um pano ou bolsa de plástico, enfim, com o que seja melhor e mais prático para você.

É importante apenas que esse algodão embebido em álcool fique firme sobre seu umbigo pelo tempo necessário em que você sentirá alívio dos sintomas.

No caso de dores da menstruação, é bom se deitar por alguns minutos enquanto faz a aplicação.

E, se seu problema for dor de barriga (que não seja sintoma de nenhuma doença grave, como apendicite), este método também pode ser útil.

Mas terá que haver neste caso uma pequena mudança na receita: você terá de colocar um pouco de sal no algodão molhado com álcool.

É realmente muito simples, não é?

E como dissemos: sem o risco de causar efeitos desagradáveis, como algumas medicações que consumimos sem prescrição médica, a exemplo de muitos antigripais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*