Receita com mais de mil anos fortalece imunidade e cura hipertensão, problemas de circulação, gripe e infecções

Receita com mais de mil anos fortalece imunidade e cura hipertensão, problemas de circulação, gripe e infecções

Para aumentar o sistema imunológico, prevenindo o desenvolvimento de algumas doenças e ajudando o corpo a reagir àquelas que já se manifestaram, é importante comer mais alimentos fonte de vitamina C, como laranja, limão e tangerina, e tomar um suplemento de vitamina C, efervescente ou em cápsulas.

Além disso, o que se pode fazer em caso de baixa imunidade uma a receita incrível foi encontrada em um mosteiro tibetano e acredita-se que tenha milhares de anos.

Ela tem provado ser extremamente benéfica para o tratamento de diversas doenças.

E nesta receita o alho fica ainda mais especial, pois seus nutrientes terapêuticos ficam concentrados.

A cura tibetana do alho é tão poderosa, que deve ser feita de 5 em 5 anos.

O que ela vai fazer no seu corpo?

Ela vai desintoxicar, limpar o sangue, queimar gorduras.

E não para nisso.

Ela ajuda a reduzir o colesterol ruim (LDL) e aumenta o colesterol bom (HDL), diminui os triglicerídeos, ajuda a controlar a pressão arterial, combate a retenção de líquidos, melhora o funcionamento do fígado, melhora a circulação,

Melhora o funcionamento dos rins, estimula o sistema imunológico e nos deixa mais resistente, além de acelerar o metabolismo e tornar mais rápida a perda de peso.

Antes de fazer a terapia, você deve consultar seu médico, especialmente se tiver algum problema de saúde ou tomar medicamentos.

É que a cura tibetana, como dissemos, é muito forte e realiza uma intensa desintoxicação no corpo.

A receita é simples, superfácil de fazer.

São apenas dois ingredientes, alho e cachaça.

Ah, é necessário também conseguir um vidro com contagotas, pois o tratamento é na base das gotinhas.

Aí está receita e a forma de fazer o tratamento:

INGREDIENTES

350 gramas de alho

250 ml de cachaça

MODO DE PREPARO

Você pode fazer com os dentes de alho inteiro.

Mas a melhor forma (absorve mais os princípios ativos) é descascascar e depois esmagar, fatiar, picar ou triturar o alho e colocá-los em um vidro com 250 mL de cachaça.

Feche hermeticamente e coloque na geladeira por dez dias.

Passado esse tempo, coe o líquido com uma peneira de tela fina e leve-o de volta à geladeira, onde ficará por mais três dias.

Depois desses três dias, você já pode iniciar a cura tibetana do alho.

A receita original pede álcool 70% para uso interno.

Para facilitar sua vida, adaptamos e, no lugar desse álcool, colocamos cachaça.

O TRATAMENTO

Primeiro dia:

1 gota antes do café da manhã, 2 gotas antes do almoço, 3 gotas antes do jantar

Segundo dia:

4 gotas antes do café da manhã, 5 gotas antes do almoço, 3 gotas antes do jantar

Terceiro dia:

7 gotas antes do café da manhã, 8 gotas antes do almoço, 9 gotas antes do jantar

Quarto dia:

10 gotas antes do café da manhã, 11 gotas antes do almoço, 12 gotas antes do jantar

Quinto dia:

13 gotas antes do café da manhã, 14 gotas antes do almoço, 15 gotas antes do jantar

Sexto dia:

15 gotas antes do café da manhã, 14 gotas antes do almoço, 13 gotas antes do jantar

Sétimo dia:

12 gotas antes do café da manhã, 11 gotas antes do almoço, 10 gotas antes do jantar

Oitavo dia:

9 gotas antes do café da manhã, 8 gotas antes do almoço, 7 gotas antes do jantar

Nono dia: 6 gotas antes do café da manhã, 5 gotas antes do almoço, 4 gotas antes do jantar

Décimo dia: 3 gotas antes do café da manhã, 2 gotas antes do almoço, 1 gota antes do jantar

A partir do décimo primeiro dia, serão 25 gotas, três vezes ao dia, até terminar o elixir.

O tratamento, como já informamos, é para ser feito a cada 5 anos.

O tratamento é contraindicado a pessoas com úlceras digestivas ou que sofram de irritações gástricas; a pessoas que tomem anticoagulantes; ou aos que não toleram bem o alho cru.

Consulte seu médico ou nutricionista antes de realizá-lo, especialmente se tiver problemas crônicos de saúde.

Fonte aqui:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *