Diga adeus ao corrimento vaginal excessivo com estes 6 remédios caseiros

Diga adeus ao corrimento vaginal excessivo com estes 6 remédios caseiros

O que é Corrimento vaginal?

Sinônimos: secreção vaginal

Toda mulher apresenta conteúdo vaginal. A diferença entre o conteúdo normal e o corrimento está na alteração do volume, da cor e do odor, além dos sintomas que causam. O conteúdo vaginal normal tem odor inespecífico e varia de mulher para mulher. O volume normal varia de pessoa para pessoa e de acordo com as fases do ciclo menstrual e as fases da vida da mulher. Na segunda metade do ciclo, o volume aumenta, podendo às vezes sujar as vestes íntimas. Na juventude, antes da primeira menstruação, e após a menopausa, o conteúdo é quase nulo por conta dos baixos níveis dos hormônios femininos no organismo. Na gravidez, no geral aumenta.

 

Serão sinais de corrimento:

O aumento do volume do conteúdo vaginal

Quando umedecer as vestes íntimas todos os dias, às vezes passando para as roupas externas

Quando variar a cor de branco opalescente e cristalino (de acordo com a fase do ciclo) para amarelo tipo pus, amarelo-acinzentado, amarelo-esverdeado, branco-amarelado etc

Quando o odor se tornar fétido principalmente após relação sexual e no final do ciclo menstrual.

Os sintomas são principalmente:

Coceira vulvovaginal

Ardor

Dor pélvica

Dor e ardor ao urinar

Dor durante a relação sexual.

O corrimento normal tem uma cor transparente ou esbranquiçada que, ainda que para alguns seja incômoda, indica que o pH se encontra em níveis estáveis.

O problema é que muitas vezes ele apresenta alterações em sua textura, cor e odor, as quais indicam a presença e o crescimento de germes daninhos.

Esta situação dá lugar a incômodas infecções que, além de dor, podem afetar a vida sexual e a autoestima.

A boa notícia é que há várias soluções de origem natural cujas propriedades regulam a flora vaginal para controlar a produção excessiva de corrimento.

A seguir, queremos compartilhar 6 boas opções para que não deixe de prová-las quando notar alguma mudança em suas secreções.

  1. Iogurte natural contra o corrimento vaginal excessivo

O iogurte natural contém cultivos vivos similares aos da flora vaginal e, por essa razão, é uma solução eficaz contra as alterações que aumentam a produção de fluidos.

Seus probióticos atuam de forma direta sobre os agentes infecciosos. Assim, inibem seu crescimento e restabelecem o ambiente natural da região íntima.

Como utilizá-lo?

Pegue duas colheres de sopa de iogurte natural e aplique-o nas áreas externas da vagina.

Deixe que seque sem enxaguar e repita a aplicação 2 ou 3 vezes ao dia.

De forma complementar, consuma um copo de iogurte por dia.

  1. Infusão de calêndula

As propriedades anti-inflamatórias e antibióticas das flores de calêndula são usadas como remédio alternativo contra as infecções íntimas que causam mau odor, irritação e corrimentos excessivos.

Seus compostos não geram irritações na delicada pele da vagina e, de fato, reduzem sua vermelhidão e coceira.

Como utilizá-la?

Prepare uma infusão concentrada com flores de calêndula, deixe-a repousar e use o líquido para fazer banhos de assento 2 vezes por dia.

  1. Infusão de sálvia

A sálvia conta com propriedades que ajudam a equilibrar a flora vaginal para diminuir o excesso de corrimento e de maus odores.

A infusão preparada com suas folhas refresca a pele irritada e diminui a infecção por fungos e bactérias.

Como utilizá-la?

Prepare um litro de infusão de sálvia e use o líquido para enxaguar a região íntima.

Repita o tratamento 2 vezes por dia até aliviar o problema.

  1. Infusão de alho

O alho é um poderoso antibiótico que pode ser usado como tratamento alternativo contra as infecções que afetam a região íntima.

Seus compostos ativos eliminam as leveduras e bactérias enquanto freiam a produção excessiva do corrimento vaginal.

Como utilizá-lo?

Amasse 2 ou 3 dentes de alho em um pilão e deixe-os repousar por 15 minutos em um litro de água fervendo.

Passado esse tempo, passe-o por um coador e use o líquido para lavar a região afetada.

Repita o processo todas as noites, durante uma semana.

  1. Vinagre de maçã

Os ácidos naturais que o vinagre de maçã contém podem ser usados como remédio contra os desequilíbrios do pH vaginal.

Estas substâncias alimentam as bactérias saudáveis da flora vaginal e, portanto, ajudam a combater os micro-organismos daninhos.

Por outro lado, suas propriedades antifúngicas e microbianas facilitam o controle dos maus odores e das secreções.

Como utilizá-lo?

Dilua meia xícara de vinagre de maçã em água e lave a região íntima.

Faça o tratamento 2 vezes por dia, no mínimo durante uma semana.

  1. Bicarbonato de sódio

Os compostos orgânicos que caracterizam o bicarbonato de sódio são a razão pela qual podem ser usados como solução contra os corrimentos excessivos e com odores desagradáveis.

Estes ajudam a restabelecer o pH da região vaginal e favorecem a produção de bactérias saudáveis pra criar uma barreira protetora contra os fungos e germes daninhos.

Ingredientes

1 colher de chá de bicarbonato (5 g)

1 copo de água (200 ml)

Como utilizá-lo?

Adicione uma colher de chá de bicarbonato de sódio em um copo de água e consuma-o uma vez por dia.

Para melhores resultados, adicione meia xícara do produto em água morna e faça banhos de assento durante 5 ou 10 minutos.

Repita o tratamento durante uma semana ou até regular os fluidos.

Como você acaba de notar, são várias as opções naturais para controlar a produção excessiva de corrimento vaginal e outros sintomas das infecções íntimas.

Escolha o remédio que mais lhe chamar a atenção e experimente-o seguindo as recomendações dadas.

Fonte aqui:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *