Limão faz mal ao fígado? Descubra

Limão faz mal ao fígado? Descubra

Essa fruta, de sabor ácido, é rica em antioxidantes, vitaminas e minerais. Por isso ela é aliada da saúde e do bem-estar

O limão é boa fonte de fibras e vitamina C, além de conter outras vitaminas (tiamina, riboflavina) e minerais (fósforo, silício, cálcio e ferro).

Grande parte dos seus benefícios estão vinculados a uma substância presente na casca, chamada d-limoneno (rica em flavonoides). Esses flavonoides possuem ação antioxidante que previne a ação dos radicais livres.

O limão é uma das frutas mais consumidas do planeta e a lista de bens que ele traz para à saúde é bastante vasta. Mas será que o fígado é também beneficiado quando o alimento é aderido à dieta? Será que o limão faz mal ao fígado?

A verdade é que existem muitos hábitos alimentares que diminuem a eficácia do trabalho desse órgão e acabam dando espaço para o desenvolvimento de diversas doenças. Descubra se o limão é uma delas.

Limão é bom para o fígado?

Saiba que o limão é um dos alimentos “amigo” do fígado. Ele é uma excelente fruta capaz de limpar todo o organismo, facilitando o trabalho do órgão. O alimento ainda é rico em antioxidantes, vitamina C e em minerais como potássio, magnésio, cálcio e fósforo. O limão também ajuda a produzir mais enzimas, o que contribui para uma boa digestão dos alimentos e ainda fornece mais energia.

E do ponto de vista energético, o limão, além de beneficiar o fígado, também faz bem para a vesícula bilar, olhos, ombros, joelhos, tendões, unhas, ovários, trompas, útero e até mesmo a vagina. O limão também contribui para o aumento da alcalinidade do corpo e anula toxinas e resíduos do organismo.

O consumo diário da fruta ajuda a potencializar a capacidade que o fígado tem de se regenerar, reativando a harmonia metabólica do organismo.

Água com limão para desintoxicar o fígado

Beber diariamente um copo de água com limão já é algo conhecido na medicina alternativa como algo extremamente benéfico para à saúde. E além de ajudar a aumentar a imunidade, emagrecer, ajudar na digestão, entre tantos outras ações, a água com limão também faz bem para o fígado.

Consumir um copo de água natural com o sumo de meio limão espremido, em jejum, ainda ajuda a impulsionar a limpeza hepática, intestinal, livra o organismo das toxinas e ainda ativa o sistema digestivo. Isso funciona porque o limão é uma das melhores frutas alcalinas que existe. Ele também equilibra o pH do corpo, ajudando a prevenir muitas doenças. É importante usar nesse remédio caseiro sempre o suco do limão in natura, e nuca utilizar os engarrafados ou de pó.

O órgão responsável por filtrar as toxinas presentes no sangue é o fígado. E quando é oferecido para ele uma fonte natural de antioxidantes e vitamina C, suas funções não apenas ão potencializadas, como também são protegidas.

Limão limpa o intestino

Os nutrientes são melhor absorvidos depois do consumo do limão, pois a fruta ajuda a limpar o intestino. Isso também faz com que os nutrientes cheguem até à corrente sanguínea sem elementos nocivos, livrando o fígado da obrigação de depurar esses agentes maléficos.

Limão combate gordura no fígado

E é essa água com limão que também vai ajudar no tratamento de quem sofre de gordura no fígado. Começar o dia já ingerindo a receita ajuda a eliminar o excesso de gordura, de açúcares e a desinflamar o órgão.

Contraindicação da água com limão

Caso você sofra de cálculos bilares, evite a ingestão de água com limão. Com a intenção de melhorar a digestão, a fruta aumenta a produção da bílis, mas o grande problema é que o excesso de bílis pode levar a uma drenagem excessiva, aumentando a possibilidade da formação de cálculos.

Apesar de trazer tantos benefícios para o sistema digestório, o limão em excesso pode causar acidez no estômago. Observe sempre se o consumo da fruta está causando mal estar ou desconforto, como azia ou refluxo. Se isso acontecer, procure diluí-lo com um pouco mais de água.

Agentes que prejudicam o fígado

A má alimentação é uma das principais causas de problemas no fígado. Evite o consumo de comidas muito gordurosas, frituras, açúcar e alimentos muito industrializados.

O álcool também é um componente que pode prejudicar a saúde do órgão, podendo ocasionar sérios problemas, como fígado gorduroso, cirrose e até mesmo o câncer. O consumo excessivo de medicamentos, como aqueles que tratam o colesterol ou o acetaminofeno analgésico (Tylenol), podem causar sérios danos ao fígado.

O excesso de peso também pode ser um dos agravantes da gordura no fígado. Além de uma alimentação saudável e equilibrada, pratique exercícios físicos diariamente.

Alimentos que beneficiam o fígado

Além do limão, existem outros ingredientes naturais que podem ajudar a tratar e a fortalecer o fígado. “Você tem que ter uma dieta rica em selênio, betacaroteno, resveratrol, vitamina C e E. Você pode achar isso em vegetais coloridos, alface, tomate, cenoura, berinjela, palmito (…), couve, brócolis, espinafre, alho, cebola, que também são anti-inflamatórios”, alerta o especialista Dayan Siebra.

 

Fonte aqui:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *