Nova doença: é mais mortal para as mulheres do que a AIDS, nem os preservativos protegem você!

Uma doença não-reconhecida e não-percebida, mas que se alastra rapidamente na sociedade moderna. O primeiro passo para traçar o diagnóstico é aprender a identificá-la. Lembrando que “com saúde não se brinca”

Bactérias, parasitas, vírus, incluindo outras doenças. Uma pior que outras, mas nenhuma, sem perder o grau de importância na vida das pessoas. Hoje quero te mostrar porque uma das pessoas mais temidas pelo HIV tem um “casal” que pode ser considerada muito pior. O vírus do papiloma humano, conhecido como HPV, é responsável pelo surto de uma nova doença mortal. Espera-Se que esta nova epidemia, ainda mais mortal que a SIDA, mate a muitas pessoas. Os seguintes pontos-chave explicam por que o HPV é mais mortal que a SIDA.

Existe um mal-entendido comum de que os preservativos oferecem uma proteção completa contra as doenças de transmissão sexual, incluindo o VIH/SIDA. No entanto, de acordo com novas pesquisas, os preservativos podem não oferecer uma proteção 100% contra o vírus do papiloma humano (HPV), que pode se espalhar através do contato pele a pele com áreas infectadas da pele que não são cobertas pelo preservativo. como genitais masculinos e femininos. Isto é particularmente grave para as mulheres, porque o HPV é um assassino silencioso que pode ser inativo, tão despercebido durante anos antes de atacar.

HPV NIGHTMARE

A infecção de transmissão sexual mais comum nos Estados Unidos, o vírus do papiloma humano (HPV) é o nome de um grupo de vírus que afeta a pele e as membranas úmidas do corpo, como o colo do útero, ânus, boca e garganta. Existem mais de 100 tipos de HPV, muitos dos quais causam verrugas que se vêem mal.

VÍRUS FORNITO

O HPV é uma infecção comum e altamente contagiosa, com mais de três quartas partes das mulheres sexualmente ativas adquirindo o HPV em algum momento de suas vidas. O HPV é transmitido sexualmente, mas o contato com a pele genital também é um modo de transmissão reconhecido. Isto significa que os preservativos não podem fornecer uma proteção completa.

VÍRUS CHECK

O HPV é transmitido principalmente através do contato sexual, e a maioria das pessoas se infectam com o VÍRUS imediatamente depois de que se inicia a atividade sexual. Mas o HPV pode ser transmitido, mesmo quando a pessoa infectada não tem sinais ou sintomas do vírus. Em alguns casos, leva anos antes que os sintomas aparecem e as pessoas raramente experimentaram sintomas em suas vidas.

CÂNCER CASES

O câncer de colo uterino é de longe a doença mais comum relacionada com o HPV. Quase todos os casos de câncer cervical, que é a principal causa de morte em mulheres, podem ser atribuídos à infecção pelo HPV. De fato, dois tipos de HPV 16 e 18 são responsáveis por quase 70% de todos os casos de câncer cervical.

MAIS PERIGOSO PARA AS MULHERES

as mulheres são mais suscetíveis ao vírus do que os homens. Em termos de velocidade de transmissão do HPV, as taxas de transmissão masculina para as mulheres são de 5% mais altas do que as taxas de transmissão feminina. Consultar um médico periodicamente pode-se descobrir algumas doenças em tempo de serem tratadas.

Esse é um site que fornece dicas de saúde, beleza, tratamentos. Não pode ser substituído por um acompanhamento e tratamento médico. Consulte sempre seu médico, e evite doenças indesejadas, cuidando bem da sua saúde sempre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *