Não cometa este erro quando for cozinhar frango da próxima vez

Muitas pessoas se acostumaram a lavar o frango para eliminar os germes e bactérias. Algumas lavam o frango apenas com água. Outras preferem a lavá-lo com limão. E há aquelas que usam água salgada.”Lavar o frango não irá remover os patógenos”. Para quem ainda não sabe, patógenos são aqueles micro-organismos que causam doenças. Ok, certo, mas e se colocarmos o frango de molho na água com sal e vinagre? Já ouvi que isso seria mais efetivo do que usar água pura. Nós não lavamos o frango com água, porque isso tira o sabor da pele. Quando você cozinha o frango, as bactérias morrem”. Então, chegamos a um veredito: lavar o frango antes de cozinhá-lo não só tira o sabor da carne, como também é desnecessário.

O fato é que quem lava o frango antes de cozinhar está cometendo um grande erro. Em um pedaço de frango, podem viver cerca de 1.000 espécies de bactérias. A grande maioria deles são inofensivas aos seres humanos. No entanto, uma delas, a campilobacter, pode causar grave infecção no corpo. De acordo com a Food Standards Agency (FSA) a agência alimentar britânica, lavar o frango cru com água antes de cozinhar aumenta o risco de contaminação por essa bactéria. A campilobacter é a forma mais comum de intoxicação alimentar na Grã-Bretanha, e a maior parte dos casos é proveniente de aves contaminadas. E como ocorre essa contaminação? O processo de lavagem espalha bactérias campilobacter nas mãos, roupas e em utensílios e superfícies de cozinha, devido ao espirro de gotas de água.

A maioria das pessoas só fica doente por alguns dias, mas a doença pode levar a problemas de saúde a longo prazo, como a síndrome do intestino irritável e a síndrome de Guillain-Barré, uma doença grave do sistema nervoso. Os principais sintomas da intoxicação por campilobacter são:

– diarreia grave

– dor abdominal

– febre

– vômitos

Em casos graves, a bactéria pode causar até a morte – os que correm mais risco são pessoas com baixa imunidade, crianças menores de 5 anos e idosos. Talvez você se espante com esta informação, pois infelizmente para a maioria trata-se de uma novidade. Mas converse com qualquer microbiologista e ele lhe dirá que o hábito de lavar carnes cruas, como a do frango e a do peixe, pode sim trazer riscos à saúde. É que, durante a lavagem, as bactérias que geralmente vêm nesses alimentos, em vez de irem para o ralo, podem se espalhar ao redor da pia e contaminar suas mãos ou utensílios. Perca esse hábito imediatamente. A bactéria que está no frango você vai cozinhar, o fogo vai matar. E na pia, não. Ela pode espirrar no prato onde você vai pôr a sua comida, nos talheres ou nas verduras da sua salada. E isso pode se transformar num problema sério, numa grave infecção.

Além da campilobacter, o frango tem outra bactéria, a salmonela, que também pode causar problemas de saúde. Mas a campilobacter é muito pior. Portanto, não precisa lavar o frango antes de cozinhar. Basta tirar a embalagem, temperar e levá-lo direto ao fogo para assar na travessa ou cozinhar na panela. E se ele entrar em contato com a pia ou outro utensílio, jogue água fervente por cima da pia ou do utensílio para evitar algum risco de contaminação.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *