A mistura caseira de Bepantol e Hipoglós tem sido uma ótima dica para a pele!

Se antes Bepantol era mais uma entre tantas pomadas de assaduras disponíveis no mercado, hoje ela ganhou o status de estrela. Presente em diversos truques de beleza das celebridades e matérias de revistas, o produto permite os mais variados usos. Quer descobrir como usar essa maravilha em forma de pomada no seu rosto – e, de quebra, conferir as receitinhas de beauté caseiras mais populares do momento? Então continue lendo esse post! A mistura caseira de Bepantol e Hipoglós tem sido recomendada por muita gente como um tratamento para a pele do rosto, mas será que ela realmente funciona?

Até quem nunca teve que cuidar das assaduras de um bebê, provavelmente, já ouviu falar de Bepantol e Hipoglós. Trata-se de pomadas que foram desenvolvidas para proteger a pele sensível das crianças, desde as mais novinhas até as maiores. No entanto, temos um interesse particular no efeito que as duas pomadas causam juntas. Essa não é uma ideia aleatória, é claro. Acontece que muita gente diz aí de que a mistura dessas duas pomadas faz maravilhas na pele do rosto, retardando o envelhecimento e combatendo rugas. Será que é verdade? O Bepantol é um produto à base de Dexpantenol (pró-vitamina B5).

O Hipoglós, por sua vez, tem como princípios ativos a vitamina A, D, o óxido de zinco e o óleo de fígado de bacalhau. Isso permite que eles tenham sim a capacidade de cicatrizar, hidratar e renovar a pele. Mas quais são os possíveis resultados obtidos com a mistura de Bepantol e Hipoglós? Confira:

Hidratação da pele

O Bepantol ajuda a reter a água da pele por mais tempo. Se você se expõe ao sol, por exemplo, sem proteção, a água evapora muito rapidamente. O Hipoglós também cria uma camada protetora sobre a pele. Além desse benefício, os produtos ajudam a deixar o tecido mais liso e macio.

Redução das olheiras

Muita gente usa esses produtos para reduzir as olheiras, que costumam aparecer com noites maldormidas, cansaço e estresse.

Redução das linhas de expressão

Em menor proporção, esses dois medicamentos parecem atuar na regeneração da pele. Sendo assim, contribuem para a renovação celular, reduzindo as linhas de expressão mais superficiais. É claro que, além dessas pomadas, é importante usar protetor solar diariamente, beber bastante água e ter uma alimentação saudável. No entanto, o Bepantol e o Hipoglós não contêm substâncias nocivas à saúde, e a mistura deles têm agradado a muita gente. Por isso, acreditamos que vale a pena compartilhar as receitas que têm feito sucesso.

Receita 1

Ingredientes

  • Bepantol
  • Hipoglós

Modo de preparo

Lave bem o rosto e as mãos. Feito isso, pegue um pouco de cada pomada, misture e aplique no rosto todo. Faça isso antes de dormir e enxágue no dia seguinte. Se não for possível, aplique e deixe agir por pelo menos 20 minutos. Depois lave com um sabonete neutro.

Receita 2

Ingredientes

  • Um pouco de Hipoglós
  • Um pouco de Bepantol
  • 3 gotas de vitamina E (se não encontrar a ampola, pode ser em cápsula, mas use só o conteúdo líquido)

Modo de preparo

Misture todos os ingredientes até obter um creme homogêneo. Em seguida, passe o produto no rosto – faça isso antes de dormir, e principalmente na parte escura ao redor dos olhos. Retire apenas na manhã seguinte, com a ajuda de uma bola de algodão. Repita o tratamento sempre que achar necessário. Se você se expõe muito ao sol, use esta receita com mais frequência, pois ela é ótima para nos proteger do desgaste solar.

Atenção!

Esta mistura de Bepantol com Hipoglós não é recomendada para pessoas com pele oleosa ou muito sensível. Como o Hipoglós é muito gorduroso, ele pode aumentar a oleosidade e até estimular a produção de acnes. Antes de usar essas receitas, procure seu dermatologista. E é bom fazer um teste de alergia antes de aplicá-las: passe um pouco na parte interna do seu braço. Espere alguns minutos. Se não ocorrer vermelhidão ou outro tipo de irritação, o uso está liberado.

Veja também

O pau-d’arco é uma planta muito rica em propriedades medicinais utilizada pelos índios brasileiros para tratar diversas doenças.

O estudo induziu o desenvolvimento de úlceras gástricas crônicas em ratos e os tratou com …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *